sexta-feira, março 31, 2006

O chato do Fonseca

O Fonseca é um chato. Um grande chato, que me perdoem os meus amigos [principalmente amigas] que gostam do Fonseca. Não tenho paciência para as lamechices do homem. Não sei bem que idade o Fonseca tem, mas aquelas pieguices dele, sempre à beira da choraminguice, irritam-me solenemente e não me parecem próprias de um homem de barba rija com idade para ter juízo. Se o Fonseca fosse um daqueles teenagers em fase de crise existencial e guitarra na mão no pátio da escola secundária, ainda lhe podia aturar qualquer coisinha. Mas o Fonseca é um homem feito [e bonito até, que o digam as minhas amigas que se derretem quando o vêm] e já devia ter ultrapassado alguns traumas. Mas não. Insiste nos seus lamentos, sempre com aquela voz melancólica. Já crescias, oh Fonseca!
Hoje o Fonseca vem cá à cidade. As minhas amigas que o aturem.

Under cover [version 2]

Mais algumas versões que encontraram o caminho do computador [e que entretanto saltaram para CD].

Ben Lee - Float On [Modest Mouse]
Coil - Who By Fire [Leonard Cohen]
Gavin Friday - Who By Fire [idem]
Des de Moor / Russel Churney - The Man Who Sold The World [David Bowie]
The Slits - I Heard It Through The Gravepine [Norman Whitfield & Barrett Strong]
Bran Van 3 000 - Cum On Feel The Noize [Slade]
Dar Williams & Ani Di Franco - Comfortably Numb [Pink Floyd]
Jeans Team - Last Christmas [Wham!]
Jeremy Eat World - Last Christmas [idem]
PASCAL - Last Christmas [ibidem]
Replicants - Dirty Work [Steely Dan] *
Replicants - Life's A Gas [T-Rex]
The Mountain Goats - The Boys Are Back In Town [Thin Lizzy]
The Concretes - Miss You [The Rolling Stones]
They Might Be Giants - One More Parade [Phil Ochs]
Thou Shalt Not - Headhunter [Front 242]
The Wynona Riders - The Great Rock'n'Roll Swindle [Sex Pistols]
New Bomb Turks - Christmas, Baby Please Come Home [Phil Spector, J. Barry & E. Greenwich]
Nouvelle Vague - Too Drunk To Fuck [Dead Kennedys]

* não conheço o original

Under cover [version]

Sou um quase ávido coleccionador de cover versions. Não sei exactamente porquê, mas gosto. Gosto de ouvir reinterpretações de canções, de novas leituras, novas perspectivas.
Os temas que se seguem vieram parar ao meu computador - e daí transitaram para CD. Alguns são excelentes temas assassinados por quem os reinterpreta, outros são temas sofríveis melhorados com a releitura, uns quantos são excelentes versões de excelentes temas e, finalmente, uns pouco são sofríveis versões de sofríveis temas.

Ac/3P - Oi! [AC/DC]
Fragments - Nutbush City Limits [Ike & Tina Turner]
Elektric Music - Baby Come Back [The Equals]
Cylob - Drunken Sailor [tradicional]
The Droyds - Take Me I'm Yours [Squeeze]
Bluestar - Sweet Dreams [Eurythmics]
Felix Kubin - Hello [Lionel Ritchie]
!!!- Take Ecstasy With Me [Magnetic Fields]
Saint Etienne - Only Love Can Break Your Heart [Neil Young]
Ladytron - Oops, Oh My [Tweet] *
Attic Plant - Sexx Laws [Beck]
Suicide - 96 Tears [? & The Mysterians] **
Eldissa - Take A Chance On Me [Abba]
Bananarama - Waterloo [Abba]
Red Kross - Dancing Queen [Abba]
Air - Maggot Brain [Funkadelic]

* não conheço o original
** o ponto de interrogação faz mesmo parte do nome

Antes...

... dos dois posts preguiçosos, não podia deixar de comentar o concerto dos Pop Dell'Arte de há quase uma semana em Alcobaça.
Começo pelo pior: o Clinic esteve longe de encher [e bem pequena é a sala] para o concerto de uma das mais relevantes bandas portuguesas e, como se isso não bastasse, muita da gente que lá se deslocou insistiu em conversar - aos berros - durante toda a actuação de João Peste e comparsas [chegou a dar-me vontade de esbofetear umas serigaitas irritantes que se plantaram à minha frente nos primeiros dois temas...]. A pontualidade do Clinic continua a deixar muito a desejar: o concerto marcado para as 23h00 [on time, diziam os cartazes!] - ou para as 23h00 em ponto, segundo informação telefónica - só começou por volta das 03h00... Para pontualidade estamos conversados.
Finalmente o melhor: deslocado para a primeira fila após o segundo tema [para não ter que esbofetear as tais serigaitas], assisti a um muito bom concerto dos Pop Dell'Arte, com todos os clássicos e uma ocasional raridade no alinhamento. Foi apenas a segunda vez que assisti a um concerto destes senhores [a primeira foi há quase, glup, 20 anos como já por aqui se disse] e só lamento todos os que perdi. Não foi - longe disso - um dos melhores concertos a que assisti, mas os Pop Dell'Arte são incapazes de fazer seja o que for
mal feito [e com o espólio musical que têm, só podem fazer sempre bem]. Como alguém disse nessa noite, "provavelmente a melhor banda pop portuguesa". Pop and everything else.

Pousio

Deixei o blog em pousio durante uma semana. Basicamente por falta de tempo - e alguma preguiça à mistura, confesso. Falta de assunto também. Aliás, a falta de assunto mantém-se [o que explica este post]. De qualquer modo, vão sair já a seguir dois posts preguiçosos [listas, essencialmente].

quinta-feira, março 23, 2006

Sair

Amanhã vou para a Praça da Aelgria. Body Code, Zentex, Tra$h Converters e Ballet Mecânico.

Image hosting by Photobucket

E no sábado para ali. Pop Dell'Arte.

quarta-feira, março 22, 2006

Água

Image hosting by Photobucket

Imagem: Mayang Textures [clicar na imagem para tamanho ampliado]

Si-Fi II

O "meu" filme de ficção científica:

Image hosting by Photobucket

Image hosting by Photobucket

Image hosting by Photobucket

Sci-Fi

Não resisto a um bom filme de ficção científica. Aliás, mesmo a um razoável filme de ficção científica me é difícil resistir. A SIC lembrou-se de passar hoje O Quinto Elemento de Luc Bresson [está agora - 01h29 - no primeiro intervalo]. Amanhã lá vou outra vez trabalhar com olheiras.

Image hosting by Photobucket

terça-feira, março 21, 2006

Floresta

Come closer and see
See into the trees
Find the girl
If you can
Come closer and see
See into the dark
Just follow your eyes
Just follow your eyes
I hear her voice
Calling my name
The sound is deep
In the dark
I hear her voice
And start to run
Into the trees
Into the trees

Into the trees

Suddenly I stop
But I know it?s too late
I?m lost in a forest
All alone
The girl was never there
It?s always the same
I?m running towards nothing
Again and again and again and again

Image hosting by Photobucket

As palavras

São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.

Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.

Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.

Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?

segunda-feira, março 20, 2006

Comédia à portuguesa

Era preciso alguém como Gil Vicente para contar toda a história de Fátima Felgueiras... Mais uma cena desta Farsa de Fátima Felgueiras.

Finalmente o único post realmente essencial neste blog

Image hosting by Photobucket

Um dos automóveis da minha infância

Image hosting by Photobucket

[este não faço ideia de quem seja: roubei a foto por aí]

Libertem a Pop!

No próximo sábado vou a Alcobaça ver e ouvir um dos mais importantes - e revolucionários - nomes da música portuguesa: Pop Dell'Arte. Apesar da sua escassa discografia, a banda desde sempre liderada por João Peste, tem direito a lugar de honra em qualquer história da música portuguesa, especialmente a dos últimos 30 anos. Se me pedissem para enumerar os cinco nomes mais importantes da música feita em Portugal nas últimas década não hesitaria em citar os Pop Dell'Arte ao lado dos Xutos & Pontapés, dos GNR, dos Mão Morta e dos Mler Ife Dada [ordem aleatória] e o álbum Free Pop é um dos discos that rocked my world.

Image hosting by PhotobucketImage hosting by Photobucket

Estranhamente, apenas uma vez vi os Pop Dell'Arte em concerto. Foi há [glup!...] 18 anos [em Julho de 1988] no Teatro Rivoli do Porto, com primeira parte a cargo dos Mão Morta. Uma dupla de respeito para uma noite absolutamente memorável. Depois disso, vi inúmeros concertos da banda de Adolfo Luxúria Caníbal mas nunca mais me voltei a cruzar com os Pop Dell'Arte. Até sábado.

Bolas ao poste

Mais um fim de semana, menos uma jornada para o fim do alegadamente super campeonato nacional de futebol e o FCP continua tranquilo no primeiro lugar [agora com um "reforço de Primavera" chamado Benny McCarthy]. Atrás segue o SCP, cujos sócios decidiram na sexta feira não vender os aneis [oxalá não se vão os dedos no futuro]. Mais atrás arrasta-se o SLB, cujos adeptos devem este fim de semana estar finalmente contentes com a arbitragem. Por falar em arbitragem, nos estádios portugueses sucedem-se as entradas violentas [nem cito nomes] e os incompetentes que dirigem os jogos continuam a não saber para que servem os cartões vermelhos.
Entretanto, e falando agora de futebol, em Espanha o clube de Ronaldinho, Eto'o, Deco e Larsson [e Messi, o novo craque argentino] é quase campeão e em Inglaterra, coisa rara, o Chelsea perdeu um jogo [dando assim oportunidade aos ingleses de saborearem o delicioso mau perder de Mourinho].

sábado, março 18, 2006

How stupid can you get?

Aqui há umas semanas nevou em sítios improváveis e a SIC Online pediu aos internautas que lhe enviassem fotos das suas terras. O senhor João Castro enviou uma foto de Riachos, Torres Vedras... A foto está aqui.

Image hosting by Photobucket

Não sei se no concelho de Torres Vedras existe alguma povoação chamada Riachos mas é frequente, na comunicação social, que a cidade de Torres Novas seja confundida com a cidade de Torres Vedras. Será confusão ou ignorância pura?

terça-feira, março 14, 2006

Ora... bolas!

O Ajax ficou pelo caminho!

Fashion é...

... lançar OPAs.

Bolas ao poste

O campeonato português de futebol está ao rubro [como vocês sabem quem gosta de dizer]. José Veiga, ex-presidente da casa do FCP do Luxemburgo e ex-empresário de futebol e ex-accionista do Estoril-Praia, veio dizer que não sei-quê-e-não-sei-que-mais sobre os árbitros, o incompetente que os dirige, Valentim Loureiro e Pinto da Costa. Enquanto isso os avançados do SLB falham golos incríveis contra uma equipa da Figueira da Foz. Do outro lado da segunda circular lisboeta antigos amigos entretêm-se espetando facas nas costas uns dos outros a propósito de uma assembleia geral que há-de acontecer algures esta semana. Enquanto isso o SCP lá se vai aguentando a dois pontos do primeiro lugar [apesar das bofetadas que Sá Pinto bem pode dar a ele próprio]. Acima do Douro, o gang que costuma acompanhar o FCP parece ter acalmado [talvez estejam ainda com dores no lombo das bordoadas que a PSP lisboeta lhes deu há umas semanas]. Enquanto isso o sacana do Quaresma continua a aguentar Co Adriaanse no primeiro lugar.

segunda-feira, março 13, 2006

Tudo!

Aos anos que eu não ouvia os Death In June. Nada!, o álbum que agora me chegou às mãos em formato CD [andava para aí numa cassete...], saiu em 1985 e envelheceu muito bem. Ainda por cima, inclui uma excelente canção que não me canso de ouvir: She Said Destroy.

Image hosting by Photobucket

Estações de comboios

Um almoço no Alto Alentejo proporcionou-me mais algumas fotografias para a minha colecção de estações. Neste caso de comboios, provavelmente o melhor meio de transporte concebido pela mente humana.

Image hosting by Photobucket

Image hosting by Photobucket

Image hosting by Photobucket

Ano de colheita: 1985

Spreading The Disease, Anthrax
Hounds Of Love, Kate Bus
To Mega therion, Celtic Frost
The Head On The Door, The Cure
Frankenchrist, Dead Kennedys
Halber Mensh, Einsturzende Neubauten
Bonded By Blood, Exodus
New Day Rising, Hüsker Dü
Live After Death, Iron Maiden
Like A Virgin, Madonna
Killing Is My Business... And Business Is Good!, Megadeth
Low-Life, New Order
First Born Is Dead, Nick Cave & The Bad Seeds
Rum, Sodomy And The Lash, The Pogues
Image hosting by Photobucket

Steve McQueen, Prefab Sprout
Around The World In A Day, Prince & The Revolution
Fables Of The Reconstruction, R.E.M.
Diamond Life, Sade
Cupid & Pshyche 85, Scritti Politti
First And Last And Always, Sisters Of Mercy
Bites, Skinny Puppy
Hell Awaits, Slayer
Machine Age Voodoo, SPK
Little Creatures, Talking Heads
Suzanne Vega, Suzanne Vega
Rain Dogs, Tom Waits
The Last Command, W.A.S.P.

.../...

Post arquivado em As colunas [sem surround]

Fim

Constança Cunha e Sá e Vasco Pulido Valente acabaram na sexta feira com O Espectro. Tenho pena.

Coincidências

Passaram-me ao lado os comentários bloguísticos sobre a estreia, há uns dias, de Paulo Portas na sua nova função de "comentador" da SIC Notícias. Não sei o que por aí se escreveu e corro, portanto, o sério risco de chover no molhado [quanto à actualidade do post nem digo nada]. Apanhei o programa já a meio e por isso sobre o seu conteúdo não me pronuncio [a forma é basicamente uma cópia do que a RTP faz com Marcelo Rebelo de Sousa e António Vitorino] mas não posso deixar de sublinhar uma estranha coincidência: a estreia de Portas ocorreu na mesma semana em que Cavaco Silva tomou posse como presidente da República. Coincidência?

quinta-feira, março 09, 2006

quarta-feira, março 08, 2006

Alguém me explica...

... porque andaram hoje carros a buzinar na minha cidade? Não foi, com certeza, apenas por isto.

Mulher

Image hosting by Photobucket

Por Salvador Dali, 1934

---


Powered by Castpost

Marianne Faithfull: The Ballad of Lucy Jordan [Broken English, 1979 Island Records]

Citando Ferro Rodrigues [*]

Image hosting by Photobucket

Já não me lembro onde roubei esta imagem, mas lá que exprime na perfeição o meu sentimento sobre a coisa... Só não exprime é a minha incompreensão quanto ao nome: Rock in Rio. Rock?!

---

["Estou-me cagando para o segredo de justiça!"]

segunda-feira, março 06, 2006

... and the Oscars went to...

... who cares?

---

Ia escrever aqui um post sobre a irrelevância dos prémios da indústria cinematográfica norte-americana, mas decidi que um simples "who cares?" resume muito adequadamente a minha opinião.

quarta-feira, março 01, 2006

1 de Março

Feriado municipal na minha cidade. Deixo aqui uma vista do Aqueduto dos Pegões ao anoitecer.

Image hosting by Photobucket

A selecção dele

A selecção nacional de futebol tem logo à noite um jogo de preparação para o Mundial da Alemanha e Luiz Felipe Scolari [o homem que conseguiu perder o Euro2004 e que foi campeão do mundo com o Brasil porque os árbitros da FIFA assim o quiseram] fez mais uma das suas convocatórias. O devoto da Nossa Senhora de Caravaggio insiste em convocar o guarda-redes suplente do 4º classificado do campeonato português quando tem disponível o guarda-redes titular do 3º classificado [a defesa menos batida do campeonato, por sinal]. Depois chama um jogador que até ao Mundial não deverá entrar em competição por se encontrar em litígio com o clube russo que representa. Mais: convocou também um ex-jogador do mesmo clube russo que agora joga 10 ou 15 minutos por semana na Inglaterra de José Mourinho.
De fora das suas escolhas ficam jogadores como João Moutinho, Manuel Fernandes, João Tomás ou Carlos Martins [já para não falar dos tradicionais excluídos e nunca explicados Vítor Baia e João Pinto].

[Actualização] Das inexplicáveis convocatórias de Scolari, só entendo a chamada de Quim: o ex-guarda-redes do Braga tem uma vasta experiência acumulada no banco de suplentes que lhe pode ser muito útil como suplente de Ricardo...

Extremism: the loser's revenge

«Can sexual inadequacy or deprivation turn angry young men into killers?»

O texto já foi publicado há alguns dias, mas vale a pena ler. No Guardian, por Ian Buruma.